Política

Reitores de universidades federais declaram apoio à reeleição de Dilma

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Reitores de universidades federais declaram apoio à reeleição de Dilma
fonte:
Reitores de universidades federais declaram apoio à reeleição de Dilma

BRASÍLIA, DF - Reitores de 54 universidades federais do país se reuniram com a presidente Dilma Rousseff na tarde desta quinta-feira (11) para declarar apoio à sua reeleição e pedir mais investimentos para o setor nos próximos anos.

continua após publicidade

Organizados por meio da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), os reitores apresentaram uma carta de apoio em que dizem reconhecer "que o Brasil está no rumo certo, graças às políticas, aumento orçamentário, ações e programas implementados nos últimos anos". Eles afirmam ainda que o governo petista ficará marcado como o período em que mais se investiu em educação.

Os reitores pediram que a candidata mantenha seu compromisso com a expansão das universidades federais. Em maio, o grupo se reuniu com Dilma no Palácio do Planalto para apresentar um plano para os próximos dez anos.

continua após publicidade

Na época, eles entregaram um resumo-executivo dividido em seis eixos --desenvolvimento nacional e regional, inovação tecnológica, internacionalização, formação de professores e educação à distância-- e propuseram o planejamento dos investimentos a partir de 2015 e a criação de uma Agenda de Desenvolvimento das Universidades Federais. Eles ainda não têm dados numéricos sobre os gastos necessários.

"A presidente agradeceu e nos recebeu muito bem. Entregamos a ela um manifesto com nosso apoio reconhecendo todo o trabalho que ela fez para o país. Pedimos o compromisso com a expansão das universidades", afirmou Margareth Diniz, reitora da Universidade Federal da Paraíba. O documento foi assinado por 54, dos 58 reitores associados à Andifes.

De acordo com os reitores, Dilma destacou a importância da destinação dos royalties do pré-sal para todos os níveis do ensino no país. "Ela falou da importância do pré-sal para os investimentos em educação para melhorar a qualidade do ensino. A presidente reconheceu as dificuldades dos municípios para custear os professores e defendeu que os recursos do pré-sal sejam usados para melhorar toda a cadeia educacional do país", afirmou Julio Chebli, reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Os reitores vieram à Brasília para participar de uma reunião da Andifes. As passagens e a hospedagem são pagas pelas universidades. "Aproveitamos o horário do almoço para ter esse encontro como determina a lei eleitoral. Por isso não tem problema", explicou Natalino Salgado, reitor da Universidade Federal do Maranhão.