Política

Homenagens a Campos dominam programas de rivais em PE

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homenagens a Campos dominam programas de rivais em PE
fonte: Foto: arquivo
Homenagens a Campos dominam programas de rivais em PE

RECIFE, PE - Imagens captadas durante o velório e o enterro do ex-governador Eduardo Campos no último domingo (17) dominaram os dez minutos e 37 segundos do primeiro programa do candidato do PSB ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara, nesta quarta-feira (20).

continua após publicidade

Em câmera lenta, cenas mostravam pessoas enlutadas, chorando e cantando a ciranda "Pernambuco é meu amor e Eduardo é o meu governador", música usada em sua campanha à reeleição em 2010. Moradores de Pernambuco deram depoimentos sobre Campos e falaram da "saudade" deixada por ele.

O poeta Antônio Marinho, que declamava poemas em atos de Campos desde a primeira campanha pelo governo de Pernambuco, em 2006, falou sobre o líder morto na semana passada. "O povo que perde o líder, cresce mais na união", disse. "Eduardo está vivo nas ideias, na ação", afirmou o poeta.

continua após publicidade

Em seguida, a atriz global pernambucana Hermila Guedes apareceu vestida de branco, mesma cor de camisa que Campos e seus aliados costumavam usar em atos públicos de campanha. "Eduardo nos ensinou muito", afirmou a atriz. "Com ele, nosso Estado ganhou um rumo".

Somente depois de uma retrospectiva da política de Pernambuco, Paulo Câmara apareceu na tela para falar aos eleitores. "Vivemos um momento de muita dor", afirmou Câmara, que se referiu a Campos como "líder guerreiro", "fonte de inspiração" e "amigo". "Eduardo é alguém que merece nossa maior homenagem: manter vivo o seu sonho."

Depois do curto depoimento de Câmara, mais imagens do velório e do enterro foram mostradas, com a voz do escritor Ariano Suassuna, morto em 23 de julho, cantando a música "Madeira do Rosarinho". A canção do compositor Capiba marcou todas as campanhas de Campos e era sempre cantada por Suassuna.

continua após publicidade

O programa terminou prestando uma homenagem a outros integrantes da campanha que morreram no acidente de avião. Nos últimos segundos, o vídeo, em silêncio, mostrou uma foto de Eduardo Campos.


USO DA IMAGEM

Os quatro minutos e 49 segundos do adversário de Câmara na disputa pelo governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), foi todo dedicado a homenagear o ex-governador Eduardo Campos.

continua após publicidade

Como somente nesta manhã o desembargador Alexandre Hermes Renato, do TRE-PE (Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco), acatou o pedido da família de Campos de barrar o uso da imagem do ex-governador em campanhas adversárias, Monteiro exibiu diversas vezes imagens em que aparece ao lado do pessebista.

"Eu preferiria começar o meu horário eleitoral em outras circunstâncias", afirmou. "Quero aqui prestar minha homenagem e externar minha solidariedade", disse o candidato ao governo.

Apesar de ser adversário do candidato apoiado por Campos, Monteiro fez uma série de elogios a Campos. "Sempre tive compreensão de seus atributos como homem público", disse. "Sempre reconheci Eduardo Campos pela sua liderança, coragem, sua competência política".

Monteiro se referiu ao padrinho de Câmara como "líder", "amigo dos pernambucanos" e "político de grande valor". "Nós sempre nos respeitamos, mesmo nos momentos em que discordamos ou quando assumimos posições políticas divergentes como agora, nesta eleição", disse.

Assim como começou, o programa de Armando Monteiro terminou com o símbolo da campanha em preto e branco.