Política

Em propaganda na TV, Lula promete segundo mandato de Dilma melhor

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Em propaganda na TV, Lula promete segundo mandato de Dilma melhor
fonte: Foto: arquivo
Em propaganda na TV, Lula promete segundo mandato de Dilma melhor

SÃO PAULO, SP - No primeiro dia do horário eleitoral gratuito, o programa da candidata à reeleição à Presidência, Dilma Rousseff (PT), procurou mostrar o "aprofundamento" dos programas lançados no governo Luiz Inácio Lula da Silva e os resultados dos lançados por Dilma, mencionando "dois governos que trabalharam para superar a desigualdade".

continua após publicidade

Principal fiador político de Dilma, o ex-presidente Lula aparece na segunda metade da propaganda, em que se dirige aos eleitores indecisos ao prometer um segundo mandato de Dilma melhor que o primeiro. "Meu segundo mandato foi melhor que o primeiro. Com a Dilma vai ser assim", diz Lula.

"Naquela época [em 2006], teve gente que votou em mim sem estar 100% satisfeito", afirma o ex-presidente, vestindo uma camisa azul clara e uma jaqueta branca. Ele pede aos que estão "com receio de votar na Dilma" que tenham confiança na candidata.

continua após publicidade

Com 11 minutos e 24 segundos, a presidente tem o maior tempo entre os candidatos. No início do vídeo, um narrador fala que "o país não sentiu os efeitos da crise [de 2008]" e cita números do governo federal, mostrando imagens de obras e de participantes de programas sociais.

Aos poucos, o narrador começa a apresentar Dilma como alguém que "acorda cedo" e "aproveita qualquer tempinho que resta" para fazer o que gosta. Nas primeiras imagens, Dilma aparece em vários ambientes do Palácio do Planalto, como a biblioteca e a cozinha –um de seus hobbies, segundo o spot, é cozinhar. Mais à frente, a presidente é mostrada em meio a eleitores.

Em seguida, ela aparece vestindo uma blusa branca e, sem olhar diretamente para a câmera, fala como se estivesse conversando informalmente. "Todo dia você tem que matar um leão", diz a candidata. "E subir e descer o Everest."

continua após publicidade

Na única menção à desaceleração no ritmo de crescimento econômico do Brasil, Dilma afirma que "como não somos uma ilha" a crise econômica fez com que o país perdesse o ritmo momentaneamente.

PROGRAMAS

continua após publicidade

Dilma citou três programas criados em sua gestão -o Pronatec, o Minha Casa, Minha Vida e o Mais Médicos- mas se aprofundou apenas nos dois primeiros.

Também citou diversas obras de infraestrutura, como portos e aeroportos. Enquanto isso, o vídeo mostrava imagens panorâmicas e aéreas de obras de grande porte, como a da usina de Belo Monte, no Pará.

continua após publicidade

A propaganda também apresentou links para as redes sociais da presidente, como sua página no Facebook, e encerrou com o jingle "Coração Valente", cujo mote é "Dilma, coração valente, força brasileira, garra desta gente".


CAMPOS

Já após o fim da propaganda, o ex-presidente Lula reapareceu para falar brevemente sobre o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que atuou como ministro de Ciência e Tecnologia em seu primeiro mandato.

Lula diz que ele e Campos tinham "afeto de pai e filho" e defende que ambos tinham visão convergente em diversos assuntos. "Sua luta sempre foi e, continuará sendo, a nossa luta. E suas últimas palavras precisam ser incorporadas pelo povo brasileiro. Nunca, jamais desistir do Brasil. É assim, querido Eduardo, que vamos guardar sua memória para sempre", afirmou o ex-presidente.

O ex-presidente menciona a frase que Campos disse no "Jornal Nacional" um dia antes de sua morte: "Não vamos desistir do Brasil". Na propaganda do PSB, totalmente dedicada à memória de Campos, a frase foi usada como slogan de campanha.