Política

Justiça reintegra a sede do PMDB e reconstitui a executiva do partido

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Justiça reintegra a sede do PMDB e reconstitui a executiva do partido
fonte: Fonte da imagem: blog do Fábio Campana
Justiça reintegra a sede do PMDB e reconstitui a executiva do partido

Uma liminar do juiz José Eduardo de Mello Salmão Leitão determinou nesta segunda-feira (18) a reintegração de posse da sede do PMDB ao grupo de dissidentes e a restituição da executiva estadual do partido. A decisão judicial atendeu a um pedido feito no sábado (16) pela executiva estadual.

Foram reintegrados aos cargos o deputado Osmar Serraglio (presidente), Orlando Pessuti (secretário-geral), Alexandre Curi (vice-presidente) e Doático Santos (suplente).

“É a vitória da democracia e o respeito ao estatuto do PMDB. As divergências políticas têm que ser superadas politicamente e não base da invasão, violência e truculência”, disse Pessuti.

A sede do diretório estava fechada por decisão da executiva liderada por Osmar Serraglio, por luto oficial decretado em respeito à morte do presidenciável, pelo PSB, Eduardo Campos. O grupo do senador Roberto Requião (PMDB) arrombou as portas do partido e invadiu a sede. “Temíamos até pela destruição de documentos e da história do partido”, disse Pessuti sobre o grupo invasor. Nesta terça-feira, 19, às 19h, na sede do PMDB, os dissidentes fazem um ato para comemorar a retomada da sede do partido.

continua após publicidade