Política

Pezão deve ter muito cuidado ao falar de governo anteriores, diz Garotinho

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pezão deve ter muito cuidado ao falar de governo anteriores, diz Garotinho
fonte: Foto: arquivo
Pezão deve ter muito cuidado ao falar de governo anteriores, diz Garotinho

RIO DE JANEIRO, RJ - O deputado Anthony Garotinho (PR), candidato ao governo do Rio, afirmou nesta sexta-feira (25) que o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que tenta a reeleição, não pode criticar "governos anteriores" por ter participado deles.

continua após publicidade

Ele se refere à passagem de Pezão na Secretaria de Governo nos últimos dois anos do governo Rosinha Garotinho (2003-2006). Além disso, o atual governador foi indicado pelo deputado para ocupar a vice do então candidato Sérgio Cabral (PMDB).

"Toda crítica do Pezão em relação ao governo que o antecedeu, é uma crítica a ele próprio. Porque ele foi secretário de Governo da Rosinha. Foi o governo que o antecedeu. Ele foi indicado como vice-governador por mim, na chapa do Cabral. Então ele deve ter muito cuidado ao falar de governos anteriores porque ele participava", disse Garotinho.

continua após publicidade

Em seus discursos, Pezão exalta a parceria com o governo federal instituída após Cabral assumir o Estado. Sua campanha na internet, contudo, aposta na comparação entre governos para atingir Garotinho.

O deputado não quis comentar as críticas indiretas feitas na noite desta quinta-feira (24) pela presidente Dilma Rousseff em evento de Pezão.

Ao exaltar a parceria que estabeleceu com o governo do Rio em sua gestão, ela afirmou que o "Estado estava aquém de suas possibilidades".

continua após publicidade

A declaração atinge Garotinho, ex-governador cuja mulher, Rosinha, antecedeu o governo Sérgio Cabral (PMDB). Mas logo em seguida, ela buscou se corrigir: "Não quero fazer crítica a ninguém, mas tivemos uma parceria para realizar."

"Ninguém me relatou isso. Ela deve ter falado numa situação específica", disse o deputado.