Política

Intelectuais entregam carta ao STF com críticas a Barbosa

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Intelectuais entregam carta ao STF com críticas a Barbosa
fonte: Foto: Arquivo
Intelectuais entregam carta ao STF com críticas a Barbosa

Um grupo protocolou nesta quarta-feira (18) no Supremo Tribunal Federal (STF) carta pública assinada por 300 pessoas do meio acadêmico, artístico, sindical, político e jurídico que critica as decisões do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, relativas à execução das penas dos condenados no processo do mensalão do PT.

continua após publicidade

A carta foi protocolada por três pessoas, entre as quais um representante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), e será distribuída aos gabinetes dos ministros da Suprema Corte.

Na terça (17), Joaquim Barbosa deixou a relatoria do processo do mensalão e criticou a suposta atuação política de advogados do caso e "insultos pessoais" contra ele.

continua após publicidade

O texto assinado e entregue ao Supremo condena supostas "arbitrariedades" cometidas por Barbosa e pede que os demais ministros do STF "revejam e corrijam" a decisão que exigiu dos condenados, entre eles o ex-ministro José Dirceu, o cumprimento de um sexto da pena para poder trabalhar fora da prisão.

A carta, intitulada "Apelo Público ao STF, em defesa da Justiça e do Estado de direito", é assinada por atores como Osmar Prado, Sergio Mamberti, Zé de Abreu e Chico Dias, pelo cantor Chico César, pelo escritor Fernando Morais, além dos professores Emir Sader, Leonardo Boff e Marilena Chauí - veja abaixo lista completa.