Política

Secretário de Comunicação do PT critica declarações de Ronaldo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Secretário de Comunicação do PT critica declarações de Ronaldo
fonte: Foto: Arquivo
Secretário de Comunicação do PT critica declarações de Ronaldo

BRASÍLIA, DF - O secretário de comunicação do PT, o vereador José Américo, de São Paulo, criticou nesta segunda-feira (26) a posição adotada pelo ex-jogador Ronaldo por criticar a preparação do Brasil para a Copa do Mundo. Para ele, Ronaldo está preparando o terreno para o pré-candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves."É ruim preparar o terreno dessa forma. [Ronaldo] É como alguém que tenta se dissociar na reta final para evitar qualquer tipo de desgaste", afirmou.

continua após publicidade

Em entrevista ao jornal "Valor Econômico" publicada nesta segunda (26), Ronaldo afirma que a Copa do Mundo é "vítima de desarrumação do país e que isso era vergonhoso". Ele declara ainda que irá apoiar o tucano Aécio Neves, de quem é amigo há mais de 15 anos, a partir de agosto. Ronaldo é membro do COL (Comitê Organizador Local) da Copa de 2014 e, em entrevista nesta sexta-feira(23) à Reuters, reclamou da "burocracia", "confusão" e "atrasos" por parte dos governos.

Ronaldo foi escalado em 2011 pelo então presidente do COL, Ricardo Teixeira, para o conselho de administração da entidade, numa tentativa de apaziguar as críticas à preparação do Brasil para a competição. Tornou-se a principal imagem do COL, especialmente nos eventos relacionados à Copa no exterior e em visitas às cidades-sede, apesar de não ter um papel de atuação executiva no dia a dia da entidade.

continua após publicidade

Ele acredita que as críticas feitas pela Fifa ao Brasil por não ter cumprido prazos são justas, já que o país concordou com todas as exigências da entidade quando aceitou ser sede da competição, em 2007.

No sábado (24), a presidente Dilma Rousseff rebateu as críticas feitas pelo ex-jogador e disse que o país não tem que se envergonhar da Copa. "Tenho certeza da nossa capacidade, do que fizemos, das nossas realizações. Não temos por que nos envergonhar. E não temos complexo de vira-latas, tão bem caracterizado por Nelson Rodrigues se referindo aos eternos pessimistas sempre", afirmou Dilma durante congresso da UJS (União da Juventude Socialista) em Brasília.