Política

Indefinição também marca candidaturas em Apucarana

Da Redação ·
  Definição dos candidatos que irão disputar as eleições deve sair até o final do mês
fonte: Divulgação
Definição dos candidatos que irão disputar as eleições deve sair até o final do mês

No mês das convenções partidárias, o Paraná vive um grande clima de indefinição. Quem serão os candidatos ao governo do Estado? Até agora a única certeza gira em torno do tucano Beto Richa. O governador Orlando Pessuti (PMDB) afirma que irá disputar a reeleição. Já o senador Osmar Dias (PDT) ainda é uma grande incógnita. No entanto, esse clima de indefinição também ocorre em Apucarana quando o assunto são as candidaturas para deputado estadual e deputado federal. Quem, de fato, será candidato?

continua após publicidade


Apucarana tem hoje sete pré-candidatos a deputado estadual anunciados: os ex-prefeitos José Domingos Scarpellini (PSB) e Valter Pegorer (PMDB); os vereadores Mauro Bertoli (PTB), Aldivino Marques da Cruz Neto, o Val (PSC), e Aírton Araújo, o Deco (PR); o ex-vereador Sérgio Bolonhezi, o Sérgio do Cristma (PSDB), e o médico Beto Preto (PT). Para deputado federal são mais quatro pré-candidatos: o vice-prefeito Waldemar Garcia (PSDB), os ex-prefeitos Carlos Scarpellini (PP) e Voldimir Mirão Maistrovicz (DEM) e o ex-vice-prefeito José Teodoro Alves (PSB). Eles vão disputar, segundo balanço ainda preliminar da Justiça Eleitoral, o voto de 90.200 eleitores em Apucarana.


Como acontece em todas eleições proporcionais, novamente a mesma tecla volta a ser batida em Apucarana: a cidade elegerá ou não deputado? Preocupado em garantir a representatividade do município, a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia), lançou neste ano uma campanha pelo voto consciente. O objetivo é esclarecer a população sobre a importância das eleições. O foco é defender a ideia de que Apucarana precisa garantir representatividade na Assembleia Legislativa do Paraná e na Câmara.

continua após publicidade


O diretor de assuntos relacionados ao comércio da Acia, Júnior Serea, reconhece que a entidade vê com preocupação o número excessivo de pré-candidatos. “Os políticos que se lançarem apenas para fazer trampolim eleitoral, pensando na sua posição, vão acabar prejudicando o processo de representatividade de Apucarana”, assinala Serea