Política

Homenagem a Getúlio Vargas na Câmara terá presença do ator Tony Ramos

Da Redação ·
Em filme "Getúlio", o ator Tony Ramos fará interprete do personagem
fonte: Foto: arquivo
Em filme "Getúlio", o ator Tony Ramos fará interprete do personagem

Por ocasião dos 60 anos da morte do presidente Getúlio Vargas, a Câmara dos Deputados realizará hoje um ato em homenagem ao político. O evento contará com a presença do ator Tony Ramos, intérprete do personagem no filme "Getúlio", que enfoca os 19 dias que antecederam o suicídio do presidente, em 24 de agosto de 1954.

continua após publicidade

O ato será realizado no Salão Nobre da Câmara, às 16 horas.

Durante a homenagem, ocorrerá o relançamento da trilogia "A Era Vargas", do jornalista e cientista político José Augusto Ribeiro. A reedição do livro é uma iniciativa do PDT e da Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini, por meio da editora Folha Dirigida, do Rio de Janeiro.

continua após publicidade

Haverá ainda um debate sobre Vargas, seus governos e os períodos históricos em que viveu, com a presença de parlamentares, jornalistas, historiadores e cientistas sociais. Estão previstas as participações da socióloga Celina Vargas do Amaral Peixoto, neta do político e especialista no tema, e do ministro do Trabalho, Manoel Dias.

Realizado em parceria com o gabinete do deputado Ângelo Agnolin (PDT-TO), o ato é parte da programação "60 anos sem Getúlio", promovida pela Câmara dos Deputados para lembrar a morte de Vargas e a publicação de sua carta testamento.

Trilogia
A obra "A Era Vargas" aborda episódios que atravessam mais de 70 anos da história do Brasil, desde o cenário político anterior à ascensão de Vargas (1930) até a crise política que culminou com o suicídio do presidente, em agosto de 1954.

continua após publicidade

A trilogia aborda fatos históricos e políticos como o debate da campanha presidencial de 1929-1930, as principais decisões do primeiro governo Vargas (1930-1945) e os avanços da Revolução de 30, como o voto feminino, o voto secreto e a instituição da Justiça Eleitoral. A obra também detalha a participação brasileira na 2ª Guerra Mundial.

O autor, jornalista José Augusto Ribeiro, trabalhou nos principais veículos de comunicação do País e assessorou Leonel Brizola e Tancredo Neves em suas campanhas à Presidência da República.