Política

Dilma lança obra já inaugurada por Campos e por ela mesma

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dilma lança obra já inaugurada por Campos e por ela mesma
Dilma lança obra já inaugurada por Campos e por ela mesma

SERRA TALHADA, PE, 14 de abril (Folhapress) - A presidente Dilma Rousseff inaugura hoje à tarde uma obra no interior de Pernambuco que já havia sido parcialmente inaugurada pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB), seu provável adversário nesta eleição, e por ela mesma.

O governo federal informou que a presidente vai ao município de Serra Talhada, no sertão pernambucano, para inaugurar a "primeira etapa" da Adutora do Pajeú.

De acordo com o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), esta etapa é composta pelos trechos Floresta-Serra Talhada, Calumbi-Flores e Carnaíba-Afogados da Ingazeira.

O primeiro trecho (118 km) foi inaugurado pela própria presidente em 25 de março de 2013, em uma cerimônia em Serra Talhada, onde volta hoje.

Já o segundo trecho (18 km) foi inaugurado pelo ex-governador e pelo ex-ministro da Integração Fernando Bezerra (PSB) em 2 de setembro do mesmo ano, quando o PSB ainda comandava a pasta e Campos fazia parte do governo Dilma. A presidente não participou do ato.

O terceiro e último trecho (60,84 km), único ainda inédito, ficou pronto no final do ano passado.

Funcionários da Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento) disseram não haver qualquer novidade no trecho da adutora que fica em Serra Talhada.

Segundo publicação no site do Dnocs no último dia 3, a inauguração da "primeira etapa" deveria acontecer em Afogados da Ingazeira, município sertanejo contemplado pelo trecho final dessa etapa da obra.

"A ordem de serviço para início da obra da 2ª etapa da Adutora do Pajeú deverá ser assinada pela presidente Dilma Rousseff, em solenidade no município de Afogados da Ingazeira, em Pernambuco, quando será também inaugurada a 1ª etapa do Sistema Adutor do Pajeú", informava o site do Dnocs.

No entanto, a reportagem apurou que, além das questões logísticas, já que Serra Talhada é uma cidade maior e fica mais perto de aeroporto, o Planalto levou em consideração questões políticas para definir a cidade visitada pela presidente: o prefeito de Afogados da Ingazeira é do PSB, enquanto o de Serra Talhada é do PT.

O prefeito de Afogados, José Patriota (PSB), disse não saber por que seu município não receberia a visita da presidente. "Não é comum um presidente ir duas vezes no mesmo lugar. É muito bom, mas é raro. Muitas pessoas estão com esta pergunta, que deve ser formulada ao governo federal", afirmou o prefeito.

Além de apoiador de Campos, Patriota é presidente da associação de municípios pernambucanos, que tem feito muitas críticas ao governo Dilma por causa da queda nos repasses feitos pela União.

A obra

A primeira etapa da adutora tem 196,84 km de extensão, capta água no lago Itaparica, em Floresta, e está totalmente situada em Pernambuco.

A segunda, cuja ordem de serviço será assinada hoje, terá 400,4 km e depende da conclusão da transposição do rio São Francisco para funcionar, já que a captação de água será feita no eixo leste da obra que se arrasta desde 2007 e só deve ficar pronta no final do ano que vem.

Essa nova etapa da adutora atenderá 16 municípios pernambucanos e oito paraibanos. A obra foi licitada por RDC (Regime Diferenciado de Contratações) e será feita pela MRM Construtora Ltda, por R$ 88,5 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).
 

continua após publicidade