Política

Putin: ainda não há necessidade de usar força militar

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Putin: ainda não há necessidade de usar força militar
fonte:
Putin: ainda não há necessidade de usar força militar


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira que ainda não há necessidade de uso de força militar na Ucrânia, mas ressaltou que uma ação do tipo seria legítima. Em seu primeiro pronunciamento desde a fuga do então presidente ucraniano Viktor Yanukovych para Moscou, Putin disse que a Rússia está pronta para usar todos meios necessários para proteger seus cidadãos no leste da Ucrânia, mas que espera não precisar usar a força.

Segundo Putin, o que houve na Ucrânia foi um golpe inconstitucional e a tomada do poder pelas armas. O parlamento ucraniano é legítimo, mas o presidente interino, não, disse Putin, acrescentando que Yanukovych é o único líder legítimo da Ucrânia. Putin reconheceu, porém, que Yanukovych não tem futuro político, e disse que a Rússia deu abrigo a ele para salvar sua vida.

O presidente russo acusou o Ocidente de incentivar os protestos que derrubaram Yanukovych. As manifestações na Ucrânia tiveram início no ano passado, depois que o então presidente desistiu de um pacto com a União Europeia em favor de laços mais estreitos com Moscou. Segundo Putin, o Ocidente incentivou um golpe e levou a Ucrânia à anarquia.

Putin também rechaçou as críticas do Ocidente à atuação da Rússia na Ucrânia, lembrando que houve dúvidas sobre a legitimidade das ações de países ocidentais no Iraque, no Afeganistão e na Líbia. Ele declarou que quaisquer sanções econômicas que sejam impostas ao país terão efeitos negativos também no Ocidente. Fonte: Associated Press.

continua após publicidade