Política

PT recorre ao STF para pedir explicações a Gilmar Mendes

Da Redação ·
PT recorre ao STF para pedir explicações a Gilmar Mendes (Foto: STF)
fonte:
PT recorre ao STF para pedir explicações a Gilmar Mendes (Foto: STF)

O PT protocolou ontem (6) no STF (Supremo Tribunal Federal) uma interpelação ao ministro Gilmar Mendes para pedir explicações sobre declarações em que ele levanta suspeitas de lavagem de dinheiro nas doações a petistas condenados no julgamento de mensalão. De acordo com a página do partido no Facebook, a ação foi protocolada hoje.

Na ação, que já havia sido anunciada pelo presidente nacional da sigla, Rui Falcão, os advogados Luiz José Bueno de Aguiar e Rodrigo Veneziani Domingos pedem que o magistrado se explique.

"Queremos nos congratular com a militância que, solidariamente, vem contribuindo para pagar as multas, injustas e desproporcionais", diz a ação apresentada ao STF, que acusa o ministro de ter ignorado a presunção de inocência. "Não cabe a um magistrado tecer ilações sobre condutas de cidadãos e partidos políticos que têm a seu favor o princípio basilar da inocência, em desfavor da descabida presunção de crime."

Gilmar Mendes defendeu anteontem que as doações fossem investigadas.

"Agora, dado positivo, essa dinheirama, será que esse dinheiro que está voltando é de fato de militantes? Ou estão distribuindo dinheiro para fazer esse tipo de doação? Será que não há um processo de lavagem de dinheiro aqui? São coisas que nós precisamos examinar", disse pouco antes de ingressar numa das turmas de julgamento do Supremo.

O ex-presidente do PT José Genoino arrecadou mais de R$ 700 mil e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares conseguiu mais de R$ 1 milhão em campanhas de doações. A quantia que cada um recebeu foi superior ao necessário para pagar as multas impostas pelo STF e o dinheiro que sobrou será doado para o ex-ministro José Dirceu, cuja multa é de R$ 971 mil.

continua após publicidade