Política

Papa nomeia brasileiro como secretário do Colégio Cardinalício

Da Redação ·
Papa nomeia brasileiro como secretário do Colégio Cardinalício
Papa nomeia brasileiro como secretário do Colégio Cardinalício

SÃO PAULO, SP, 28 de janeiro (Folhapress) - O papa Francisco nomeou hoje o arcebispo Ilson de Jesus Montanari como secretário do Colégio Cardinalício.

De acordo com o Vaticano, Montanari trabalha na Congregação para os Bispos desde 2008. Em 2011, Montanari foi nomeado capelão de Sua Santidade.

No ano passado, o papa o nomeou como secretário da Congregação dos Bispos, presidida pelo cardeal canadense Marc Ouellet. Montanari substituiu Lorenzo Baldisseri, que passou a ocupar a direção da Secretaria-Geral do Sínodo. Na ocasião, Montanari foi alçado a arcebispo.

O Colégio Cardinalício é atualmente formado por 199 cardeais: 107 eleitores e 92 com mais de 80 anos, sem direito de voto. Eles colaboram com o papa nas questões mais importantes da Igreja Católica e têm o dever de se reunir para eleger um novo pontífice.

Montanari nasceu em 18 de julho de 1959 em Sertãozinho (SP). Estudou Direito e Economia em Ribeirão, onde também obteve mestrado em Filosofia e ingressou no Seminário "Maria Imaculada". Montanari foi professor de Teologia em Ribeirão Preto (SP) e Uberaba (MG), segundo o Vaticano.

Em Ribeirão, foi chanceler e coordenador de Pastoral da arquidiocese, membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores e Vigário Forâneo da Zona Oeste.

Na sequência, a partir de 1985, estudou Teologia na Universidade Gregoriana em Roma. Em 1989, Montanari foi ordenado sacerdote e, em 2002, retornou a Roma para cursar Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana.
 

continua após publicidade