Política

Jandaia tem novo prefeito quase 11 meses após a posse

Da Redação ·
Segundo colocado na eleição para prefeito no ano passado, Benedito José Púpio (PSC), o Ditão Púpio, assumiu o comando da Prefeitura de Jandaia do Sul no domingo à tarde - Foto: Delair Garcia, da tribuna do Norte
fonte:
Segundo colocado na eleição para prefeito no ano passado, Benedito José Púpio (PSC), o Ditão Púpio, assumiu o comando da Prefeitura de Jandaia do Sul no domingo à tarde - Foto: Delair Garcia, da tribuna do Norte

O segundo colocado na eleição para prefeito no ano passado, Benedito José Púpio (PSC), o Ditão Púpio, assumiu o comando da Prefeitura de Jandaia do Sul no domingo à tarde, juntamente com seu vice Valdecir Albieri (PDT), o Cir Albieri. Eles substituem o então prefeito eleito Dejair Valério (PTC), o Carneiro da Metafa, e seu vice Leandro de Souza Silva (PSB), que tiveram seus mandatos cassados por supostos crimes eleitorais praticados durante a campanha do ano passado. A cassação dos mandatos de Carneiro da Metafa e Leandro Silva, sentenciada em primeira instância, foi confirmada na terça-feira passada pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), que determinou a posse do segundo colocado.
 

continua após publicidade
confira também



Na última sexta-feira, Ditão Púpio e Cir Albieri foram diplomados pelo juiz da Comarca local, João Gustavo Rodrigues Stolsis. Este imediatamente oficializou ao presidente da Câmara, José Aparecido Pereira (PSD), o Zé da Gruta, que marcasse a solenidade de posse. A cerimônia estava prevista para sábado, às 9 horas, na Câmara de Vereadores, porém Zé da Gruta não compareceu, o que causou muita polêmica na cidade. No domingo, Zé da Gruta convocou novamente Ditão Púpio e Cir Albieri para a posse, juntamente com os vereadores, marcando a solenidade para as 15 horas. Zé da Gruta justificou que não pode comparecer no sábado, porque teve que ir às pressas até Pitanga, na região Central do Paraná, para acompanhar a situação de uma neta recém-nascida, que estava bastante adoentada.

“Se ele não poderia comparecer, deveria pelo menos indicar o vice-presidente da Câmara para dar a posse”, disse ontem Ditão Púpio, já na condição de prefeito. “Mas isso é o que menos importa agora, o importante é que foi cumprida a decisão judicial”, declarou. Ditão Púpio recebeu as chaves da Prefeitura das mãos da até então secretária municipal de Finanças, Deoclelfa da Silva. Ainda ontem, às 6 horas da manhã, ele foi até o almoxarifado da Prefeitura, conversou com os funcionários e liberou todos os serviços que estavam previstos.

“A população de Jandaia do Sul pode ficar tranquila, porque a administração municipal terá continuidade, vamos dar prosseguimento a todos os projetos bons em andamento”, garantiu. Ditão Púpio assegurou que não vai fazer uma administração de perseguições a ninguém. ”Não sou de fazer retaliações, mesmo porque não tenho nada contra o prefeito que estava no comando do município”, afirmou. O novo prefeito assegurou, no entanto, que pretende fazer vários ajustes internos visando conter gastos e garantir o controle das finanças até o fechamento do exercício de 2013. Alguns departamentos serão extintos e algumas secretárias serão unificadas.

“Mas por enquanto ainda estamos tomando conhecimento da real situação da Prefeitura”, assinalou. Em quanto isso, Carneiro da Metaffa, através de seus advogados, entraria ainda ontem com pedido de efeito suspensivo à sua cassação junto ao TRE e, simultaneamente, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Seu recurso pode ser aceito a qualquer momento pelo TRE ou então negado. Na eleição de 2012, Ditão Púpio, que concorreu pela coligação “Trabalho e Transparência”, obteve 5.233 votos, ficando na segunda colocação. Em primeiro lugar ficou Carneiro da Metafa, da coligação “Jandaia para Todos”, que conquistou 6.110 votos. O terceiro colocado foi Dionísio Costa Alves (PSDC), o Fifa, sem coligação, que somou 1.712 votos.