Política

Câmara não dá posse para Ditão Púpio em Jandaia do Sul

Da Redação ·
 Câmara não dá posse para Ditão Púpio em Jandaia do Sul (Foto: Delair Garcia)
fonte:
Câmara não dá posse para Ditão Púpio em Jandaia do Sul (Foto: Delair Garcia)

A comunidade de Jandaia do Sul presenciou ontem pela manhã uma situação inusitada na política local. Tudo estava combinado para que o segundo colocado na eleição para prefeito de 2012, Benedito José Púpio (PSC), o Ditão Púpio, e seu vice Valdecir Albieri (PDT), o Cir Albieri, fossem empossados no comando da Prefeitura. Isto porque o então prefeito Dejair Valério (PTC), o Carneiro da Metafa, e seu vice Leandro de Souza Silva (PSB) tiveram a cassação de seus mandatos confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) na última terça-feira, por seis votos a zero.

O acórdão da sessão do TRE foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do órgão quinta-feira, no final da tarde. Na sexta-feira, o juiz eleitoral da Comarca de Jandaia do Sul, João Gustavo Rodrigues Stolsis, recebeu comunicado da decisão do colegiado com recomendação para dar posse ao segundo colocado. Ainda na sexta à tarde Ditão Púpio e Cir Albieri foram diplomados e o presidente da Câmara, José Aparecido Pereira (PSD), o Zé da Gruta, oficializado para dar posse a ambos.
 

continua após publicidade
confira também



Ditão Púpio e Cir Albieri tiveram uma reunião com Zé da Gruta que, segundo eles, sugeriu que a solenidade de posse fosse realizada ontem, às 9 horas, na Câmara de Vereadores. No entanto, Zé da Gruta simplesmente não compareceu. Ditão Púpio e Cir Albieri, assim como companheiros políticos, alguns vereadores e cerca de 100 pessoas deram de cara com a porta da Câmara fechada. Eles tentaram contatos telefônicos com Zé da Gruta, porém não conseguiram e ninguém soube informar onde ele estaria. O telefone da secretária da Câmara também não atendeu às ligações, segundo eles.

Alguns vereadores que ali compareceram disseram não terem sido convocados para a posse. “Não houve convocação da solenidade e ninguém de nós foi oficializado pelo presidente”, disse o vereador Milton de Martini Lopes Villar (PT). “Isto nunca aconteceu na historia de Jandaia do Sul”, acrescentou.
Ditão Púpio e Cir Albieri se reuniram ainda ontem pela manhã com seus advogados para decidir que providências tomar. “Esta é uma estratégia deles para ganhar tempo e entrar no tribunal com uma medida cautelar”, entende Ditão Púpio. “Se o presidente da Câmara não poderia comparecer por um problema ou outro, deveria pedir ao vice para comandar a solenidade”, assinala.

Para Ditão Púpio, se a posse não foi possível ontem, poderá acontecer nesta segunda-feira. Ele comenta que sua vitória conseguida na Justiça já era esperada e assim vai assumir o cargo. “Estamos preparados para isso”, disse.

“A população de Jandaia do Sul pode ficar tranquila, porque a administração municipal não vai parar. Todos os bons projetos em andamento na cidade terão continuidade”, assegurou.

Para o vice Cir Albieri, o não comparecimento de Zé da Gruta para dar posse foi um ato de maldade. “O Zé da Gruta sentou-se com a gente, ele mesmo sugeriu o horário da posse, por que fez isso?”, indaga.

EXONERAÇÕES

Ainda na sexta-feira, no início da noite, Carneiro da Metafa exonerou todos seus assessores, limpou as gavetas e deixou o cargo. Ele diz ter entregado as chaves da prefeitura para a secretária.

Carneiro diz que ainda amanhã vai entrar com recursos no TRE, em Curitiba, e simultaneamente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, visando reverter a decisão.


O advogado de Ditão Púpio, Leandro Rosa, acha que dificilmente haverá uma reversão da sentença. “A justiça sempre procurar proteger quem está nos seus direitos”, declarou.