Política

Alckmin diz que será "soldado" de Serra

Da Redação ·
 Alckmin disputou as eleições de 2006 e 2008 com parte do PSDB trabalhando contra
fonte: Google Imagens
Alckmin disputou as eleições de 2006 e 2008 com parte do PSDB trabalhando contra

Dissidentes em eleições passadas, os tucanos Geraldo Alckmin e José Serra se esforçaram para demonstrar união neste sábado (8) durante evento de lançamento da pré-candidatura do primeiro ao governo de São Paulo. Serra é pré-candidato à Presidência da República.

continua após publicidade

Em uma festa para 5.000 pessoas na zona norte da capital paulista, Alckmin se declarou um “soldado” de Serra e prometeu trabalhar para eleger o tucano presidente.

- Nada define melhor o espírito que hoje nos reúne do que o nome deste evento: unidos por São Paulo. Unidos acima das diferenças passageiras. Unidos diante dos desafios permanentes.

continua após publicidade

Já Serra lembrou de quando conheceu Alckmin, em 1982, e elogiou a capacidade do seu ex-desafeto de se recuperar das derrotas. A última delas na campanha municipal de 2008, quando Alckmin perdeu a Prefeitura de São Paulo para Gilberto Kassab (DEM), que teve o apoio velado de Serra na campanha.

As críticas à adversária de Serra na disputa presidencial, Dilma Rousseff (PT), também deram o tom do evento deste sábado. Aliado do PSDB em São Paulo, o presidente estadual do PMDB-SP, Orestes Quércia, foi um dos mais enfáticos.

- Não é hora de improvisar e colocar na Presidência alguém que seja uma boa pessoa, tenha boa intenção, mas que não tenha experiência.

continua após publicidade

A falta de experiência de Dilma também foi lembrada no discurso de Serra.

- Governar não é curso de graduação. Não dá para aprender durante o governo.

No evento, que reuniu militantes tucanos de vários locais do Estado, a atração ficou por conta das “torcidas organizadas” pelos diretórios e de uma espécie de arquibancada que reuniu cerca de 60 pessoas representando diferentes profissões.
.