Política

Prefeito recebe símbolos da Jornada Mundial da Juventude na prefeitura

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 10 de julho (Folhapress) - O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e o arcebispo da cidade, dom Orani Tempesta, receberam hoje os símbolos da JMJ (Jornada Mundial da Juventude) na sede da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova. Dom Orani Tempesta realizou uma celebração na presença do prefeito e de secretários e funcionários municipais para receber os símbolos: a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora (uma quadro com a imagem da santa). Os símbolos ainda percorrerão paróquias e cartões postais da cidade, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. Enquanto não estiverem sendo expostos, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora ficarão guardados na Catedral Metropolitana de São Sebastião, no Centro do Rio, informou a organização. No final da tarde de sábado, cerca de 5.000 pessoas participaram da celebração na Catedral Metropolitana de São Sebastião, quando os objetos chegaram à cidade. Um show também foi realizado nos Arcos da Lapa, com a presença de cantores católicos. Os objetos, que pertencem ao Vaticano, vêm percorrendo vários municípios fluminenses --desde o mês de abril-- até a chegada do papa Francisco, no dia 22 de julho. A Jornada, que ocorre pela primeira vez no Brasil, foi criada em 1984 e já aconteceu em países da África, Ásia, América, Oceania e Europa. Segundo a organização da Jornada, o evento deve reunir 1,7 milhão pessoas entre os dias 23 e 28 de julho no Rio. Somente no ano passado, o turismo religioso foi responsável por 8,1 milhões de viagens pelo Brasil, segundo o Ministério do Turismo. O Brasil é o país com maior número de católicos no mundo. "O papel do ministério é criar um calendário nacional de grandes eventos e temos grandes manifestações religiosas no Brasil", afirma o ministro Gastão Vieira.  

continua após publicidade