Política

Líder do PT defende plebiscito e rechaça referendo

Da Redação ·
José Guimarães (CE) chegou a sugerir que seja construída uma nota conjunta dos partidos em apoio a Dilma
fonte: pt.org
José Guimarães (CE) chegou a sugerir que seja construída uma nota conjunta dos partidos em apoio a Dilma

BRASÍLIA, DF, 27 de junho (Folhapress) - Em meio às críticas de governistas e oposicionistas, o líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), defendeu hoje a ideia da presidente Dilma Rousseff de realizar um plebiscito sobre a reforma política. Guimarães, no entanto, disse que terá que ser um "plebiscito resumido", com três ou quatro perguntas sobre as mudanças no sistema político. Além da oposição, por exemplo, PMDB e PP defendem que em vez de um plebiscito, que estabelece uma consulta previa à população, seja feito um referendo cabendo ao povo ratificar ou rejeitar a proposta. "A presidente propôs um plebiscito que é uma proposta ousada. O plebiscito não pode ser pulverizado. Tem que ser um plebiscito resumido para tratar do financiamento público, do sistema eleitoral, por exemplo. O que eu quero ressaltar é que a presidente pautou um debate e a Câmara tem obrigação de tocar", afirmou. Segundo o petista, governo e oposição deveriam sair em apoio a proposta de Dilma. Ele chegou a sugerir que seja construída uma nota conjunta dos partidos em apoio a Dilma.  

continua após publicidade