Política

Irmão de deputado Natan Donadon é preso em Rondônia

Da Redação ·

Por Francisco Costa PORTO VELHO, RO, 26 de junho (Folhapress) - O deputado estadual de Rondônia Marcos Antônio Donadon (PMDB) foi preso na madrugada de hoje na pista de desembarque do aeroporto Jorge Teixeira, em Porto Velho. Marcos é irmão do deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO), que teve a prisão decretada pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Ele foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão por formação de quadrilha e peculato. Natan ainda não foi preso. Já o irmão foi detido pelo delegado Swami Otto Barbosa Neto, que atua no Centro de Atividades Extrajudiciais, órgão policial que auxilia o Ministério Público de Rondônia. A prisão de Marcos foi determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e decorre de uma condenação a oito anos e quatro meses por formação de quadrilha, peculato e supressão de documentos. No momento da prisão, por volta da 1h, ele não apresentou resistência, segundo a polícia, e foi encaminhado mais tarde ao presídio federal da cidade. O deputado vinha de Vilhena (RO), distante 702 quilômetros da capital, onde cumpria agenda política. Marcos Donadon é acusado de desviar 140 cheques entre 31 de julho de 1988 e 19 de janeiro de 1995, quando era presidente da Assembleia Legislativa. Os valores desviados foram calculados à época em R$ 8,4 milhões. Hoje, atualizados, somam cerca de R$ 58 milhões. Todo dinheiro era repassado por meio de contratos forjados para uma empresa fantasma de publicidade. A prisão do deputado ocorre 18 anos após o escândalo ter sido revelado, e depois de 15 recursos do réu no STJ e STF (Supremo Tribunal Federal). Na mesma ação existem outros seis réus que ainda não foram julgados. Marcos Donadon deverá cumprir a pena de reclusão no presídio estadual Ênio Pinheiro, em Porto Velho. O presidente da Assembleia Legislativa, Hermínio Coelho (sem partido), disse que a decisão é uma decisão transitada e julgada. "Que se cumpra. Somos contra a corrupção", afirmou Coelho. O presidente da Casa disse não ter recebido qualquer pedido de perda de mandato ou cassação de Marcos Donadon. O sub-chefe da casa civil do governo de Rondônia, Edivaldo Soares, é o suplente de Marcos Donadon. O advogado do deputado não havia sido localizado até o final de manhã de hoje.  

continua após publicidade