Política

José Alencar diz ser contra intervenção no DF

Da Redação ·

O vice-presidente da República, José Alencar, disse nesta quarta-feira (22) que a intervenção federal pode não ser o melhor caminho para o Distrito Federal, já que as eleições se aproximam e que o ideal é evitar qualquer “violência contra os poderes constituídos”. Um pedido de intervenção feito pela Procuradoria-Geral da República ainda está sob análise do STF (Supremo Tribunal Federal).

continua após publicidade

- O ideal é que as coisas se normalizem. Estamos muito próximos das eleições. São em outubro. E a partir daí nós esperamos que as coisas mudem.

continua após publicidade

Alencar, que participou dos 50 anos da instalação do STF, afirmou ainda que a capital não deve ser lembrada como símbolo de corrupção e defendeu punição aos envolvidos no suposto esquema de corrupção no governo do DF.

- Eu acho que Brasília sempre foi, desde que foi idealizada por Juscelino Kubistchek, a capital da esperança, de um Brasil novo porém absolutamente probo. Eu não tenho dúvida de que são coisas que acontecem e que precisam ser repudiadas. Tem que haver punidade no Brasil para as pessoas que hajam dessa maneira.

Brasília completa 50 anos imersa na pior crise institucional da sua história. Os escândalos de corrupção que atingiram a cidade e levaram a renúncia do ex-vice-governador Paulo Octávio e à cassação do ex-governador José Roberto Arruda (sem partido).