Política

Beto Pugliese rebate críticas sobre o transporte escolar

Da Redação ·
 "Esse problema não é herança da minha administração e, sim, incompetência da atual gestão”,  Beto Pugliese, ex-prefeito de Arapongas
fonte: Delair garcia
"Esse problema não é herança da minha administração e, sim, incompetência da atual gestão”, Beto Pugliese, ex-prefeito de Arapongas

O ex-prefeito de Arapongas, Beto Pugliese, rebateu ontem as críticas da atual administração, que creditou a ele as péssimas condições do transporte escolar. O tema veio à tona anteontem, após manifestação de professores e alunos cobrando providências das autoridades em relação ao sucateamento dos coletivos.

Em entrevista à Tribuna, Pugliese se defendeu diante das críticas. “Esse problema não é herança da minha administração e, sim, incompetência da atual gestão que deve começar a resolver os problemas e não procurar justificativas. A população reage imediatamente contra aquilo que não vai bem. A manifestação é sobre o transporte de hoje, da atual gestão”, analisou.

Pugliese esteve à frente da Prefeitura Municipal de Arapongas por dois mandatos ocorridos entre 2005 e 2012. “Durante os oito anos que comandei a prefeitura nunca tive problemas em relação ao transporte escolar ou manifestações”, afirmou.
Sobre o tempo de uso da frota de ônibus, com média etária superior a vinte anos, Beto informa que os coletivos não podem ser vendidos e nem trocados, pois estão sub júdice. “Os veículos foram comprados em 2004, na gestão anterior à minha. Na época houve denúncia sobre a maneira que os ônibus foram adquiridos. Por isso não podiam ser trocados. Ainda assim, trabalhei durante oito anos com a mesma frota”, disse o empresário, informando que os ônibus passavam por constantes manutenções. “São veículos antigos, porém serviram muito bem a população na minha gestão”.

Beto Pugliese lembra que, na época, chegou a solicitar um projeto para a compra de 37 ônibus, no entanto, não houve resposta do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

Para o ex-prefeito, seis meses são suficientes para promover melhorias no município. “Acho que a partir do terceiro mês qualquer coisa que se deseja justificar com o passado é pura incompetência. No primeiro semestre eu já havia concluído o projeto da avenida, estava fazendo o projeto da nova prefeitura e da nova Câmara Municipal. Com seis meses eu já havia projetado seis mil casas”, lembrou o ex-prefeito.

Atualmente Arapongas conta com 38 ônibus responsáveis por transportar cerca de quatro mil alunos por dia. Para Beto, a construção de escolas solucionaria o problema do transporte escolar. No entanto, Pugliese diz que a atual gestão “poderia aplicar na compra de ônibus novos os R$ 15 milhões que diz ter sobrado em caixa nos primeiros quatro meses do ano”.

continua após publicidade