Política

STJ manda soltar sobrinho de governador

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 17 de maio (Folhapress) - A ministra Maria Thereza de Assis Moura, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), concedeu hoje a liminar que concede a soltura de Thiago Viana Neves Paiva.

Sobrinho do governador do Acre, Tião Viana (PT), e diretor Análise Clínica da Secretaria Estadual de Saúde, Thiago Viana foi preso na sexta-feira passada durante a Operação G-7, da Polícia Federal.

Ele é suspeito de direcionar licitação para serviços em uma clínica.

Ao todo foram presas 15 pessoas na operação, entre elas o secretário de Obras do Acre, Wolvenar Camargo.

De acordo com relatório da PF, o governo do Acre era "leniente" com as empresas que participaram de supostas fraudes em licitações no Estado.

Diálogos gravados pela PF mostram o secretário de Obras cobrando empresários para que se organizassem e escolhessem o vencedor de uma licitação de uma obra de um hospital. A maior preocupação de Wolvenar, de acordo com o diálogo, era terminar a obra antes da eleição de 2014.

A PF escreveu que a "existência do cartel é reconhecida pelo próprio secretário de Obras do governo do Estado do Acre".

Segundo a polícia, também foram encontradas supostas fraudes em programas de habitação.

Em nota, o governador do Acre já afirmou apoiar a ação policial. Disse ainda que sempre expressou "tolerância zero contra qualquer prática de corrupção".
 

continua após publicidade