Política

Beto Richa em campanha: O Paraná é um só`

Da Redação ·
A segunda etapa da viagem de Richa começou em Figueira
fonte: Divulgação
A segunda etapa da viagem de Richa começou em Figueira

O pré-candidato do PSDB ao governo do Estado, Beto Richa, reafirmou nesta sexta-feira (16),  que o Paraná deve ser um só no que se refere às políticas de desenvolvimento econômico regional. “Sem divisões e preconceitos, com desenvolvimento homogêneo, que leve os frutos do crescimento a todos os paranaenses”, frisou o tucano, no terceiro dia da viagem que faz a 22 municípios do Norte Pioneiro do Paraná, para discutir seu plano de governo.

continua após publicidade

A segunda etapa da viagem de Richa começou em Figueira. A cidade, que depende fortemente da usina termelétrica de Cambuí para dar emprego aos moradores, quer atrair investimentos para ampliar suas alternativas. “É preciso modernizar a infraestrutura de transporte e incentivar a agroindústria, para diversificar a economia regional”, disse o pré-candidato, ao lado do prefeito Geraldo Garcia Molina e do presidente da Câmara, Roberto Monteiro, ambos do PMDB.

A seguir, em Ibaiti, um dos municípios-pólo da região, Richa discutiu a questão da segurança. No distrito de Campinhos, por exemplo, os mais de mil habitantes são atendidos por apenas um policial, situação que se repete nas cidades vizinhas. “Em primeiro lugar, é necessário ampliar o efeito das polícias Militar e Civil”, defendeu.

continua após publicidade

“Depois, investir no policiamento comunitário e estreitar as relações entre as polícias estaduais e a Polícia Federal, especialmente para combater o tráfico”, afirmou. Richa lembrou que enquanto em São Paulo a proporção é de um policial civil por 1.391 habitantes, no Paraná essa relação é três vezes menor: um policial para 3.208 habitantes.

O prefeito de Ibaiti, Luiz Carlos dos Santos, o Peté, recebeu o tucano e destacou sua capacidade de união. “Vimos aqui na Câmara lideranças de todos os partidos, como PMDB, PTB, DEM, PTN, PC do B e PDT. Só um homem conciliador e aberto ao diálogo é capaz de reunir um grupo como esse”, afirmou Peté.