Política

Aécio ainda não definiu se concorrerá como vice de Serra

Da Redação ·
 O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, cotado para o cargo de vice, disse em seu discurso que estará “ao lado de Serra
fonte: bahianoticias.com.br
O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, cotado para o cargo de vice, disse em seu discurso que estará “ao lado de Serra

Durante encontro para lançar a pré-candidatura de José Serra à Presidência da República, o senador Sérgio Guerra, presidente do PSDB, defendeu que o ex-governador de São Paulo é o candidato mais preparado para assumir o cargo. Em referência à pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, Guerra disse que “Serra não é um improviso”.

continua após publicidade


O senador lembrou toda a carreira política de Serra, desde a militância no movimento estudantil até assumir o governo de São Paulo, ressaltando que o pré-candidato tem a experiência necessária para governar o país.


“Raras vezes tivemos um líder político tão preparado, testado, maduro e completo como José Serra”, afirmou. Guerra se referiu a Dilma como alguém que foi uma “auxiliar burocrática a vida toda" e "sem qualquer teste político na vida real".

continua após publicidade


Guerra e outros líderes políticos que discursaram, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, reconheceram que o Brasil teve avanços importantes nos últimos anos, mas que foram alcançados a partir das bases construídas no governo tucano. “Serra saberá reconhecer o que foi feito, vamos consolidar e dar mais”, disse FHC.


O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, cotado para o cargo de vice, disse em seu discurso que estará “ao lado de Serra”. Os militantes gritavam o nome de Aécio para vice-presidente, mas por enquanto o mineiro ainda não decidiu se integra a chapa tucana ou se concorre ao Senado.


Também discursaram no encontro os presidentes do Democratas, Rodrigo Maia, e do PPS, Roberto Freire.