Política

Lula diz que Dilma é dura "como uma mãe"

Da Redação ·
No evento armado pelo PT para tirar o foco do lançamento da pré-campanha de José Serra, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado (10) que a pré-candidata petista, Dilma Rousseff, é dura "como uma mãe". Lula respondeu aos que afirmam que Dilma não tem carisma. - A dureza de Dilma [...] é a dureza da nossa mãe. Quando a gente tenta comer um pedaço de bife maior. [...] É a dureza que vocês conhecem, é de uma pessoa que quer igualdade. O evento reuniu seis centrais sindicais em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. No começo do discurso, Lula afirmou que seria breve e fez uma brincadeira. - Levanta a mão quem vai votar na Dilma! Após todos que estavam no local erguerem os braços, Lula continuou a falar e atacou o evento do PSDB em Brasília. - O ex-governador de Minas [Aécio Neves] disse que é preciso reforçar as privatizações. Foi o momento mais aplaudido do evento deles. Eu não quero esses aplausos. Durante todo o discurso Lula fez questão de comparar seu governo ao do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. No entanto, em momento algum Lula citou o nome de FHC. O presidente foi irônico e lembrou dos elogios que recebeu do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. - Nós sabemos mais, nós sabemos muito mais. O Obama já disse que eu sou o cara. Sobre a campanha de Dilma, Lula afirmou que a petista dirá "frases abstratas"e vai fazer referência ao governo "que ela ajudou a construir". - Eu quero que ela faça mais e melhor. Lula reconheceu que a ex-ministra da Casa Civil vai ser atacada durante a campanha presidencial. Mas elogiou Dilma dizendo que no Brasil não existe ninguém com mais "competência gerencial" que ela. - Eu sei vão dizer que ela é terrorista. Não existe no país alguém com a competência gerencial que tem a companheira Dilma Rousseff. Ao apoiar o senador Aloizio Mercadante, pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Lula contou a historia da greve dos professores no Estado. Lula contou que o Serra chegou a consultá-lo para resolver o impasse com os grevistas, mas que o ex-governador de São Paulo não seguiu seus conselhos. Lula teria falado para Serra conversar pessoalmente com o presidente do sindicato dos professores. - Qual não foi minha surpresa ao saber que ele [Serra] viajou e mandou um secretário conversar com o sindicato. No fim de seu discurso, Lula afirmou que esta é a primeira campanha na qual as centrais sindicais se unem em torno de um candidato à Presidência. - Dilma, você será apoiada pela classe trabalhadora.
continua após publicidade