Política

Procuradoria abre seis procedimentos para avaliar depoimento de Valério

Da Redação ·





BRASÍLIA, DF, 2 de abril (Folhapress) - A Procuradoria da República no Distrito Federal iniciou seis procedimentos criminais por conta das acusações feitas pelo operador do mensalão, Marcos Valério de Souza, em depoimento prestado no ano passado.

Esses procedimentos, definidos como preliminares, irão avaliar a abertura ou não de inquéritos. A informação foi divulgada hoje pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

Condenado a 40 anos, 4 meses e 6 dias de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, Marcos Valério acusou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de conhecer o esquema e de se beneficiar pessoalmente com recursos dele, segundo o jornal. Lula nega as acusações.

Em 24 de setembro, em meio ao julgamento do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), o empresário prestou o depoimento à Procuradoria-Geral da República.

O depoimento foi enviado à Procuradoria da República em Minas Gerais neste ano, que o encaminhou para Ministério Público Federal no Distrito Federal por acreditar que nada acrescentou às investigações que existem no Estado.

Em Brasília, os procuradores viram oito denúncias distintas. Duas delas já eram investigadas e as novas informações foram anexadas aos procedimentos existentes. As outras seis serão avaliadas nesses procedimentos criminais preliminares.

O depoimento de Valério foi prestado às procuradoras Raquel Branquinho e Cláudia Sampaio -esta última mulher do procurador-geral, Roberto Gurgel.

Em entrevista à Folha de S.Paulo em janeiro, Gurgel afirmou que Valério queria obter benefícios, como a redução de pena.

"Percebi claramente que se fôssemos admitir qualquer tipo de elemento de prova adicional, teríamos que anular o início do julgamento e reabrir a instrução criminal. Aquilo significava em português claríssimo melar o julgamento", disse Gurgel na oportunidade.

O procurador afirmou ainda que o depoimento de Valério "trazia elementos novos, mas nada de bombástico".
 

continua após publicidade