Política

Ex-ministro Fernando Lyra morre aos 74 anos

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 14 de fevereiro (Folhapress) - O ex-deputado e ex-ministro da Justiça Fernando Lyra morreu na tarde de hoje aos 74 anos em São Paulo.

Lyra estava internado na UTI (unidade de terapia intensiva) do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas). O corpo será enterrado no Recife.

O ex-ministro estava em coma, respirando mecanicamente. Ele foi transferido no dia 5 de janeiro para São Paulo, após sete dias de internação no Hospital Português, no Recife, para tratar uma infecção urinária. O quadro foi agravado por uma insuficiência cardíaca da qual sofre há 20 anos.

Fernando Lyra foi ministro da Justiça do governo Sarney, de março de 1985 a fevereiro de 1986. Ele foi deputado federal por sete mandatos seguidos, entre os anos de 1971 e 1999.

O último cargo público ocupado por ele foi o de presidente da Fundação Joaquim Nabuco, de 2003 a 2011.

O ex-ministro foi autor do livro "Daquilo que eu sei", sobre a eleição de Tancredo Neves e a transição democrática após a ditadura militar.

Em nota, o vice-governador de Pernambuco, João Lyra, que é irmão do ex-ministro, lamentou a morte.

"Na vida pública, ele foi deputado e ministro da Justiça. Um guerreiro justo e incansável, sempre ao lado das causas democráticas e humanitárias", afirma.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, já decretou luto oficial de três dias.
 

continua após publicidade