Política

Fragata brasileira volta ao Rio depois de servir por oito meses no Líbano

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 14 de fevereiro (Folhapress) - A fragata Liberal, da Marinha brasileira, que participou por oito meses da Unifil (Força-Tarefa Marítima da Missão das Nações Unidas no Líbano), volta ao Rio de Janeiro no domingo. O navio serviu como base de comando da força-tarefa, na costa libanesa, entre maio de 2012 e janeiro deste ano, quando iniciou o retorno ao Brasil.

A Marinha brasileira passou a comandar a força-tarefa em novembro de 2011. Até maio de 2012, a base de comando da força era a fragata União, o primeiro navio brasileiro a participar de uma missão de paz da Organização das Nações Unidas.

Durante a missão no Líbano, a fragata Liberal fez patrulhas durante 120 dias, abordou 661 navios e encaminhou 266 navios mercantes para serem inspecionados pelas autoridades libanesas. A embarcação foi substituída em 16 de janeiro pela fragata Constituição, também da Marinha brasileira.

O navio atracou pela primeira vez no Brasil na Base Naval de Natal, em 9 de fevereiro. Neste momento, a fragata navega pela costa brasileira, rumo ao Rio de Janeiro, de onde partiu em 10 de abril de 2012. Mais de 250 militares participaram da missão.

A força-tarefa é composta por nove navios de cinco países, além do Brasil. A missão foi criada em 2006, a pedido do governo libanês, com o objetivo de impedir a entrada de armamento não autorizado no país.
 

continua após publicidade