Política

Ex-ministro Luiz Carlos Santos morre aos 80 anos

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - O ex-ministro e ex-deputado Luiz Carlos Santos morreu hoje, aos 80 anos, em São Paulo. Ele sofreu um infarto enquanto dormia. Luiz Carlos nasceu em Araxá (MG) em 1932 e se formou em Direito pela USP em 1956. Na década de 1970, também cursou Mercado de Capitais e Administração pela FGV. Como ministro de Assuntos Políticos entre 1996 e 1998, Luiz Carlos foi o principal articulador do primeiro governo Fernando Henrique Cardoso, quando o Congresso aprovou a emenda da reeleição. Em sua carreira política, foi vereador de São Paulo (1963-1968), deputado estadual (1979-1982; 1983-1996 e 1987-1990) e deputado federal (1991-1995; 1995-1999 e 2003-2007). Entre 1985 e 1987, Luiz Carlos foi presidente da Assembleia paulista e chegou a exercer o cargo de governador interinamente por seis dias. Antes de ser ministro, foi líder do governo FHC na Câmara dos Deputados. Exerceu a mesma função no governo Itamar Franco em 1994. Nas eleições de 1998, foi candidato a vice-governador na chapa de Paulo Maluf. Após a derrota, assumiu a presidência de Furnas até 2002. Também passou por diversas secretarias do governo paulista: Negócios Metropolitanos (1988), Habitação e Desenvolvimento Urbano (1988-1990), Energia e Saneamento (1993-1994). Luiz Carlos foi filiado ao PDC (1958-1965), MDB (1966-1979), PMDB (1980-1997), PFL (1997-2007), DEM (2007-2011) e PSD (2011-2013). Em 2003, como deputado, propôs uma assembleia para revisar a Constituição. Em entrevista concedida há dois anos, Luiz Carlos previa que a data ideal para a instalação dessa assembleia seria 1º de fevereiro de 2013, amanhã. O velório será a partir das 17h na Assembleia Legislativa de São Paulo. O enterro acontece amanhã às 11h15 no cemitério Gethsemani, em São Paulo. Luiz Carlos era casado com Maria Aparecida de Faria Santos. Teve duas filhas e três netos.  

continua após publicidade