Política

AGU pede mais 30 dias para concluir apuração

Da Redação ·





Por Leandro Colon

BRASÍLIA, DF, 27 de dezembro (Folhapress) - A comissão de sindicância aberta pela AGU (Advocacia-Geral da União) para investigar o envolvimento de servidores do órgão no esquema desarticulado pela Operação Porto Seguro decidiu pedir mais 30 dias de prazo para concluir a apuração.

Com isso, a abertura de processo disciplinar contra os servidores envolvidos, entre eles José Weber Holanda, ex-braço direito do ministro Luís Inácio Adams, deve ocorrer somente após a conclusão da sindicância.

Havia a expectativa de que o relatório final da sindicância fosse divulgado nesta sexta-feira. O argumento para aumentar o prazo é o de que um grande volume de material enviado pela PF sobre a Operação Porto Seguro ainda precisa ser analisado.

A prorrogação será publicada amanhã no "Diário Oficial" da União. Com a mudança, o prazo oficial de término da apuração deve ser 23 de janeiro, mas a expectativa interna é que os trabalhos sejam encerrados no dia 18 do mesmo mês.

A AGU deve divulgar hoje o resultado da apuração que fez em cima das procuradorias das três reguladoras citadas na Operação Porto Seguro: Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e ANA (Agência Nacional de Águas).

Segundo a coluna "Painel", da Folha de S.Paulo, a AGU deve apontar irregularidades na Antaq.
 

continua após publicidade