Política

PF entrega relatório e indicia 65

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 11 de dezembro (Folhapress) - A Polícia Federal encaminhou na última sexta-feira o relatório da Operação Durkheim à 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Nele, 65 pessoas foram indiciadas --seis estão presas preventivamente e duas estão foragidas. A operação investiga suspeitos de integrar uma quadrilha que espionava políticos e empresários e vendia informações sigilosas. De acordo com comunicado da PF, foram encontrados "elementos suficientes" para caracterizar o crime que deu início à operação e com isso o inquérito foi enviado ao Ministério Público Federal, que poderá oferecer denúncia. A investigação do caso começou em dezembro de 2010 com a apuração sobre um caso de suicídio do policial federal Richard Fragnani de Morais. Ele teria apontado a possível utilização de informações sigilosas, obtidas em operações policiais, para extorquir políticos, suspeitos de envolvimento em fraudes em licitações. O inquérito da operação foi aberto em setembro de 2011. No entanto, a PF informa que por causa da "multiplicidade" dos supostos crimes foi pedido o desmembramento do inquérito em quatro --crimes financeiros, crime de violação de dados protegidos por sigilo, escutas telefônicas ilegais, e crime de contrabando, identificado durante a operação. A PF afirma que as investigações relacionadas a esses crimes continuarão, caso o desmembramento seja autorizado.  

continua após publicidade