Política

Vladimir defende uma Câmara forte e com ética

Da Redação ·
Vladimir defende uma Câmara forte e com ética
fonte: Divulgação
Vladimir defende uma Câmara forte e com ética

Uma atuação voltada para toda a cidade e com o objetivo de fazer a Câmara de Apucarana forte. Esta é a proposta do vereador eleito Vladimir José da Silva (PDT). Ele conquistou sua vaga no dia 7 de outubro com 1.960 votos. Foi a segunda vez que Vladimir do Jardim Ponta Grossa, como é conhecido, concorreu a uma vaga de vereador.

Na primeira eleição que disputou, ele não chegou, mas também foi bem votado, com 1.076 votos. “A comunidade reconheceu o meu trabalho e acreditou nas minhas propostas. Tenho agora que retribuir com trabalho, ética e transparência”, afirma o novo vereador.

Vladimir afirma que a eleição não foi fácil. “Na verdade, foi uma campanha difícil, bastante concorrida e com muitos candidatos com boa média de votos. No meu caso, fiz uma campanha com poucos recursos, compensando isso com muito trabalho, no contato direito, olho no olho, mostrando para as pessoas a importância de se ter na Câmara alguém que conhece os problemas da cidade e que está disposto a fazer os projetos, as indicações e os requerimentos necessários para melhorar a vida do apucaranense”, afirma Vladimir.

Ele acredita que a partir de janeiro a cidade vai viver uma nova fase política. “Eu acho que os vereadores vão ser ouvidos pelo prefeito Beto Preto e pelo vice, o Júnior da Femac, e que os nossos pedidos, na medida do possível, vão ser atendidos. No que me diz respeito, vou levar para o prefeito e para os secretários os pedidos da comunidade. Eles não estarão atendendo a mim, mas a população que me elegeu e que, no fim das contas, elegeu eles também”, assinala Vladimir, que atualmente trabalho num escritório de advocacia.

Para ele, o Poder Legislativo tem que ser independente e ético e trabalhar em harmonia com os demais poderes. “Na Câmara é que a vontade do povo se transforma em lei. Sem o aval do Legislativo, nada acontece de verdade”, opina. Embora sua base principal seja o Jardim Ponta Grossa, Vladimir obteve votos em várias regiões da cidade.

“Quero ser vereador de toda a cidade, porque Apucarana vai precisar do empenho de todos nós. Vamos lutar para que a melhor fase de Apucarana seja esta, que vai começar em janeiro”, frisa. Além dele, em janeiro tomam posse pela primeira vez na Câmara de Apucarana José Eduardo Antoniassi (PSDB), Aurita Bertoli (PT) e Luiz Magalhães (PT).

continua após publicidade