Política

Valério não precisa de proteção, diz procurador-geral

Da Redação ·

Por Flávio Ferreira, Enviado especial ARACAJU, SE, 5 de novembro (Folhapress) - O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou hoje que não há motivo para conceder proteção especial ao empresário Marcos Valério de Souza, considerado o operador do mensalão, pois ainda não há risco iminente de atentados contra a integridade física dele. Gurgel disse que esse entendimento resulta da própria posição da defesa de Valério, manifestada em setembro passado, quando o advogado do empresário enviou um fax ao STF sobre tal fato. "A notícia que me chegou dele [Valério] foi no sentido de que não havia ainda nada que justificasse uma providência imediata", disse o procurador. "Agora, se ele viesse a fazer novas revelações, aí sim, esse risco poderia se consubstanciar." O procurador está em Aracaju participando do Encontro Nacional do Judiciário.  

continua após publicidade