Política

Bancadas do PSD e do PSB vão manter aliança

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 30 de outubro (Folhapress) - Um dia após o prefeito Gilberto Kassab indicar que o seu PSD não fará oposição à gestão de Fernando Haddad em São Paulo, a bancada da sigla na Câmara Municipal anunciou que manterá o bloco formado com o PSB.

Ao todo, o bloco possui hoje 11 vereadores --3 do PSB e 8 do PSD--, e elegeu dez candidatos para a próxima gestão.

Embora em lados opostos na disputa municipal deste ano -o PSD apoiou José Serra (PSDB), enquanto o PSB estava com Haddad, a manutenção do bloco sinaliza que o petista contará com maioria na Casa.

Na nota, assinada pelos dez eleitos e mais o primeiro suplente do PSD, Alvaro Camilo, os partidos afirmam esperar contribuir com a gestão petista.

"Nesse sentido, esperam contribuir para que a nova administração possa dar continuidade à busca de soluções para os complexos problemas de nossa metrópole", diz a nota conjunta.

Ontem, Kassab afirmou que os vereadores de seu partido ajudarão Haddad. Com os sete vereadores do PSD, o petista já tem garantidos 28 votos necessários para aprovar projetos e também eleger o presidente da Câmara em 2013.



Leia a nota em conjunto do PSD e do PSB:

"Os vereadores do bloco parlamentar PSB-PSD na Câmara Municipal de São Paulo decidiram, nesta data, manter sua atuação conjunta no Parlamento da cidade, através da qual têm procurado melhor defender os interesses da população de São Paulo.

Nesse sentido, esperam contribuir para que a nova administração possa dar continuidade à busca de soluções para os complexos problemas de nossa metrópole.

São Paulo, 31 de outubro de 2012.



Pelo Partido Social Democrático - PSD:



Edir Salles

Goulart

Marco Aurélio Cunha

Marta Costa

Police Neto

Souza Santos

Álvaro Camilo

David Soares



Pelo Partido Socialista Brasileiro - PSB:



Eliseu Gabriel

Massa Ota

Noemi Nonato
 

continua após publicidade