Política

Presidente da Fiesp diz que vai lutar por candidatura a governador

Da Redação ·

Por Gabriela Guerreiro BRASÍLIA, DF, 30 de outubro (Folhapress) - Pré-candidato do PMDB ao governo de São Paulo em 2014, o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), Paulo Skaf (PMDB), disse hoje que vai lutar pela sua candidatura porque há uma "possibilidade muito boa" de ter sucesso na corrida pelo Palácio dos Bandeirantes. Apesar de afirmar que "ainda é cedo" para se discutir a sucessão estadual, Skaf disse que vai colocar o seu nome "no momento certo" ao PMDB. "Eu não nego que eu gosto da política. O PMDB considerar o meu nome como pré-candidato a 2014 só me honra muito", afirmou. Skaf disse que, por ser empresário, leva vantagem no que diz respeito à gestão e "busca de resultados". "Além do político, é importante você ter a visão política, ter a gestão de qualidade que dê resultado concreto às pessoas. Isso que todo mundo está procurando." Segundo o presidente da Fiesp, o empresário tem "a vocação natural de empreender". "Então, sem dúvida, creio que exista aí uma possibilidade muito boa em 2014 para nós termos sucesso", afirmou. Skaf tem o compromisso do PMDB de ser lançado candidato ao governo do Estado em 2014, mas nos bastidores integrantes da sigla comemoram o bom desempenho do deputado Gabriel Chalita na corrida pela prefeitura de São Paulo -o que poderia ameaçar o nome do presidente da Fiesp. O PMDB também não descarta apoiar um nome do PT na disputa, indicando o vice para o governo estadual. Para Skaf, o PMDB saiu vitorioso nas eleições municipais com a vitória de 89 prefeitos no Estado de São Paulo, 69 vice-prefeitos e um "crescimento significativo" em todo o país.  

continua após publicidade