Política

Juiz determina expulsão de repórteres em zona eleitoral de Lewandowski

Da Redação ·





Por Anna Virginia Balloussier

SÃO PAULO, SP, 28 de outubro (Folhapress) - O juiz Alexandre David Malfatti, responsável pela zona 258, onde vota o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski, determinou a expulsão de três repórteres do colégio estadual Mário de Andrade.

A imprensa, segundo o juiz, não pode acompanhar o voto do ministro. "Para fim de resguardo do voto do eleitor", afirma Cláudia Ciscolo, chefe do cartório, que falava em nome de Malfatti.

O juiz não quis falar com a reportagem por telefone e desligou a ligação na cara de um repórter do jornal "O Globo", irritado com questionamentos sobre a motivação jurídica da decisão.

No primeiro turno, Lewandowski entrou pela porta dos fundos da escola, no final da tarde.

Ao longo da manhã, a menção do nome do ministro, revisor do mensalão, provocou reações negativas entre os eleitores do colégio. O ministro votou pela absolvição de réus do processo, como o ex-ministro José Dirceu.

Cerca de meia hora após a determinação de retirada da imprensa, Lewandowski chegou ao colégio para votar.
 

continua após publicidade