Política

Justiça apreende lanches por suspeita de boca de urna

Da Redação ·





Por Venceslau Borlina Filho

RIO DE JANEIRO, RJ, 28 de outubro (Folhapress) - A Justiça Eleitoral apreendeu 15 mil kits com lanche e suco que estavam no comitê de Washington Reis, candidato do PMDB à Prefeitura de Duque de Caxias, região metropolitana do Rio. O candidato tem apoio do governador do Estado, Sérgio Cabral (PMDB), e do prefeito reeleito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

A suspeita da Justiça é de que os lanches seriam oferecidos aos eleitores em troca de voto. Além disso, havia grande quantidade de material de campanha, também apreendido. As 16 pessoas que estavam no comitê foram detidas e encaminhadas para a delegacia de polícia local.

O juiz eleitoral Murilo Kieling, que atua na equipe de combate à boca de urna, suspeitou da movimentação no comitê e iniciou a fiscalização no local. O comitê foi lacrado. As pessoas detidas serão liberadas após às 17h, segundo o TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

A assessoria do candidato negou a existência de boca de urna. Segundo a assessoria, os lanches foram comprados para serem distribuídos entre os fiscais de campanha da coligação "Juntos por Caxias", que envolve, além do PMDB, os partidos PSL, PHS, PV, PRPR e PTC. A equipe do candidato também afirmou que vai contabilizar a quantidade correta de kits para informar à Justiça Eleitoral.
 

continua após publicidade