Política

Serra ataca com mensalão, e Haddad cita Eduardo Azeredo

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 27 de outubro (Folhapress) - O mensalão voltou a ser tema de debate entre os candidatos a prefeito de São Paulo. No segundo bloco do embate promovido pela TV Globo, José Serra (PSDB) foi instado a questionar o adversário Fernando Haddad (PT) sobre corrupção. "Quando se fala em corrupção, a lembrança imediata é o mensalão", disse tucano, que citou a condenação de políticos do PT. "Queria que você explicasse, Fernando Haddad, aos paulistanos, por que isso aconteceu. Como é mesmo, de que maneira isso ocorreu em Brasília com o PT?", questionou. Na resposta, o petista citou o mensalão mineiro, que envolve políticos do PSDB. "Tudo isso começou em Minas Gerais com o PSDB, que vai ser julgado agora, na sequência desse julgamento que se encerra, começa o julgamento do mensalão tucano", disse Haddad, que citou o ex-presidente do PSDB Eduardo Azeredo. O petista se defendeu das acusações do mensalão dizendo que nunca teve cargo de direção no PT. Ele ainda lembrou o caso de Hussein Aref Saab, ex-chefe de licenciamentos da prefeitura investigado por sua evolução patrimonial. "Sou uma pessoa que tem 12 anos de vida pública, uma reputação que ninguém discute, nem você em 60 dias de campanha foi capaz de me atacar na honra porque você sabe da minha conduta." Na réplica, o tucano lembrou que o caso do mensalão do PT já foi julgado. "O resto a Justiça é que vai mostrar." Eles também falaram sobre a proposta de Serra de dobrar o tempo de validade do Bilhete Único em três para seis horas. "Serra, nas últimas 24 horas, andou se consultando de novo com o Levi Fidelix e se apropriou de uma ideia do primeiro turno do Levi Fidelix, de última hora", disse o petista. "Haddad, perguntado pela imprensa, disse que eu tinha tirado a proposta da duplicação da validade do Bilhete Único da cartola. Eu não tirei da cartola; eu tirei da caixola", responde o tucano, que chamou de "vazia" a proposta de Bilhete Único mensal do petista. "Tirou a ideia da caixola, da caixola do Levi Fidelix", disse o petista, em outra pergunta. Haddad voltou a dizer que Serra não respondeu as perguntas que fez.  

continua após publicidade