Política

Marina Silva vai apoiar Marcio Pochmann

Da Redação ·

Por Bruna Borges SÃO PAULO, SP, 19 de outubro (Folhapress) - A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva fechou aliança com candidato do PT à Prefeitura de Campinas Marcio Pochmann. Marina já gravou um depoimento de apoio ao candidato para o programa de TV. A declaração vai ao ar na propaganda eleitoral da noite de hoje. O candidato do PT se comprometeu a incluir propostas voltadas para sustentabilidade em seu programa de governo, segundo o assessor da ex-ministra Pedro Ivo. Marina está participando de um congresso na California (EUA) nesta semana. "Ela conhece o Márcio, ela o considera um cara comprometido com a questão social", afirmou o assessor. O candidato petista confirma a informação. "A Marina não está filiada a nenhum partido, ela é importante pelo que representa, por sua liderança e trajetória e pelas convicções que temos em torno da sustentabilidade", disse Pochmann. "Em todas as políticas [públicas para Campinas] tem de estar o tema da sustentabilidade." A ex-ministra foi a terceira colocada na disputa presidencial de 2010 e recebeu 19,33% dos votos. No primeiro turno Pochmann foi o segundo colocado com 28,56% dos votos válidos. Ele disputa a prefeitura com Jonas Donizette (PSB) que teve 47,60%. Segundo o candidato petista, Marina vai visitar a cidade no início da próxima semana e participar de ato que reúne lideranças para debater a sustentabilidade. Alianças Pochmann tem apoio da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eles vão participar de comício na cidade amanhã. O petista também tem como apoiador o atual prefeito de Campinas, Pedro Serafim (PDT), que foi derrotado no primeiro turno. O candidato derrotado do PV, Rogério Menezes, que foi apoiado por Marina no primeiro turno, fechou aliança com Donizette. "Marina é suprapartidária, ela não é de partido. O outro candidato [Menezes] cumpre uma obrigação partidária, ela apoia quem ela quer, mediante uma discussão programática", argumentou o assessor de Marina.  

continua após publicidade