Política

Liminar proíbe propaganda de petista que menciona pesquisa eleitoral

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 19 de outubro (Folhapress) - A Justiça eleitoral determinou hoje a suspensão de veiculação de propaganda do candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, por suposta divulgação irregular de pesquisa eleitoral.

O candidato petista apresentou em sua propaganda uma pesquisa de intenção de voto sem informar o período de realização e outros dados exigidos pela legislação eleitoral, informa o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo). A irregularidade ocorre em uma inserção --comercial de campanha.

A suspensão da propaganda foi determinada por liminar da Justiça e é de autoria da juíza auxiliar da propaganda Carla Themis Lagrotta Germano.

A ação foi proposta pela coligação Avança São Paulo, do candidato adversário José Serra (PSDB). Haddad pode substituir a propaganda por outra peça e tem 48 horas para apresentar defesa.
 

continua após publicidade