Política

Supremo derruba indicação de Dilma para tribunal federal

Da Redação ·
Supremo derruba indicação de Dilma para tribunal federal
fonte: Arquivo
Supremo derruba indicação de Dilma para tribunal federal

BRASÍLIA, DF, 12 de setembro (Folhapress) - O STF (Supremo Tribunal Federal) derrubou hoje a indicação do juiz federal Marcelo Pereira da Silva para o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio e Espírito Santo). A indicação havia sido feita pela presidente Dilma Rousseff.

A maioria dos ministros entendeu que a presidente desrespeitou norma constitucional que determina a nomeação daquele cujo nome aparecer na lista tríplice três vezes consecutivas ou cinco vezes alternada.

No caso específico, já era a terceira vez que o nome do juiz Federal Aluísio Gonçalves de Castro Mendes aparecia na lista, mas ele não foi indicado. "Há casos de supremacia do Judiciário previstos na Constituição", disse o ministro Luiz Fux.

Em liminar, o ministro Ricardo Lewandowski já havia suspendido a posse de Perreira da Silva.

A nomeação dele foi contestada por três entidades: AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros); Ajufe ( Associação dos Juízes Federais do Brasil); e Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Os ministros, no entanto, não determinaram a automática posse de Castro Mendes, pois de qualquer forma cabe à presidente Dilma Rousseff formalizar a indicação.
 

continua após publicidade