Política

Serra usa mensalão contra o PT em horário eleitoral

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 7 de setembro (Folhapress) - No programa eleitoral de hoje, o candidato a prefeito de São Paulo José Serra (PSDB) usou pela primeira vez na TV o julgamento do mensalão para atacar o candidato Fernando Haddad (PT).

"Não adianta dizer que faz o bem, fazendo o mal", disse o candidato, em referência às melhorias promovidas pelo governo federal que Haddad usa em sua campanha.

"Eu digo isso por que o STF (Supremo Tribunal Federal) está julgando agora o mensalão, mandando para cadeia um jeito maléfico, nefasto de fazer política", atacou.

Apesar de usar o episódio, Serra é apoiado pelo PR, partido do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), réu no mensalão.

Valdemar é acusado de receber R$ 8 milhões do valerioduto.

Outros programas

O programa de Celso Russomanno (PRB) explorou a pesquisa Datafolha que o mostra à frente dos outros candidatos, com 35% das intenções de voto.

Fernando Haddad tratou da questão da moradia na cidade de São Paulo em seu programa. O petista usou o ex-presidente Lula para apresentar o programa Minha Casa Minha Vida, que promete trazer para a cidade.

Marta Suplicy criticou o desempenho do prefeito Gilberto Kassab (PSD) e de Serra na construção de moradias populares, tema da propaganda do petista.

Gabriel Chalita (PMDB) falou sobre a educação e prometeu aumentar o número de creches.
 

continua após publicidade