Política

Dilma abre comemoração ao Dia da Independência em Brasília

Da Redação ·





BRASÍLIA, DF, 7 de setembro (Folhapress) - A presidente Dilma Rousseff abriu o desfile cívico-militar do 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios, em comemoração ao Dia da Independência, hoje. Dilma desfilou sozinha em carro aberto, o rollys royce da Presidência da República, até a tribuna de honra - de onde acompanha o desfile ao lado da filha, Paula, do neto, Gabriel, e do genro.

Vários ministros participam da cerimônia, inclusive parte dos integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgam a ação penal do mensalão: Carlos Ayres Britto e Ricardo Lewandowsky. A cúpula do governo também comparece em peso ao desfile, como o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS).

Dilma foi aplaudida por convidados ao chegar ao palanque oficial das autoridades. Ao contrário da presidente, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, foi vaiado por populares ao recepcionar Dilma na chegada à tribuna de honra. Além do governador, o ministro Celso Amorim (Defesa) recebeu a presidente para dar início à parada cívico-militar.

As festividades tiveram início com um sobrevoo da esquadrilha da fumaça sobre a Esplanada. Em seguida, terá início o desfile escolar e militar.

O custo do desfile foi de R$ 800 mil, metade dos recursos gastos pelo governo em 2008. Desde 2003, é a parada cívico-militar mais econômica para o Palácio do Planalto. No ano passado, o governo desembolsou R$ 899,9 mil.

A expectativa de público é de 50 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Há espaço para 20 mil pessoas sentadas nas arquibancadas montadas para o evento.
 

continua após publicidade