Política

PT e PSB conseguem barrar ataques de prefeito

Da Redação ·

CAMPINAS, SP, 5 de setembro (Folhapress) - A Justiça Eleitoral concedeu liminar aos candidatos a prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB) e Marcio Pochmann (PT), obrigando o concorrente e atual prefeito, Pedro Serafim (PDT), a alterar sua propaganda eleitoral. Os dois adversários entraram com representações contra Serafim depois que seu programa veiculou mensagens críticas a Donizette e Pochmann, sob justificativa de que ambos o teriam atacado antes. A equipe do PT afirmou, na representação, que "não há sequer menção a Pedro Serafim na propaganda eleitoral de Marcio Pochmann" e que, inclusive, o pedetista não entrou com ação contra qualquer propaganda do candidato. O juiz Mauro Fukumoto considerou que não há prova de que os ataques estejam ocorrendo. Fukumoto considerou ainda ofensivos outros trechos do programa, inclusive o que diz que Donizette votou "contra o aumento do salário mínimo" --segundo a defesa, o socialista votou a favor da proposta do governo federal, que prevê "recuperação" do salário mínimo a longo prazo. A próxima exibição do programa de Serafim, se for semelhante à veiculada hoje, terá que suspender o primeiro e o último minutos, com a mensagem "suspenso por decisão da Justiça Eleitoral".  

continua após publicidade