Política

Ministério autorizar aumentar endividamento para até R$ 7 bilhões

Da Redação ·





Por Mariana Schreiber

BRASÍLIA, DF, 3 de setembro (Folhapress) - O Ministério da Fazenda autorizou hoje a ampliação do teto de endividamento do Rio de Janeiro em R$ 7,055 bilhões. Essa é a maior ampliação já concedida ao Estado do Rio, segundo o governo federal.

De acordo com nota do Ministério da Fazenda, o governo fluminense poderá usar esses recursos em obras para a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016, programas de desenvolvimento econômico, social e segurança pública.

Além disso, esses empréstimos também poderão ser aplicados para financiar obras do PAC. É normal que os governos estaduais deem uma contrapartida aos investimentos federais.

No último dia 16 de agosto, o Ministério da Fazenda anunciou a ampliação do limite de endividamento de outros 17 Estados em R$ 42,2 bilhões. O limite de endividamento do Rio de Janeiro, porém, ainda estava em processo de revisão.

A União é o principal credor das administrações estaduais. Por isso, tem controle sobre o endividamento dos Estados e libera novos empréstimos de acordo com o desempenho fiscal de cada unidade federativa.

O valor liberado total liberado nesta ano --R$ 49,255 bilhões, incluindo o Rio-- é superior ao total liberado ano passado, quando 17 Estados foram autorizados a se endividar em mais R$ 37 bilhões.

A avaliação do Ministério da Fazenda é de que a ampliação do limite dos endividamentos dos Estados é importante para incentivar o investimento no país em um momento de crise econômica internacional.

O limite de endividamento dos Estados é revisto a cada ano.
 

continua após publicidade