Política

Candidato do PSB abraça petistas em propaganda eleitoral

Da Redação ·

Por Marília Rocha CAMPINAS, SP, 31 de agosto (Folhapress) - Após ser proibido pela Justiça Eleitoral de utilizar imagens da presidente Dilma Rousseff na propaganda eleitoral, o candidato a prefeito de Campinas (SP) Jonas Donizette (PSB) apareceu no horário eleitoral abraçando petistas para mencionar que faz parte da base de apoio da presidente. No programa veiculado anteontem, o narrador diz: "Jonas cumprimenta militantes do PT. Cordialidade entre adversários, afinal, somos todos da base de apoio do governo Dilma", enquanto o candidato aparece distribuindo abraços e apertos de mão a pessoas que seguravam bandeiras do PT em uma avenida da cidade. Nesta segunda-feira, a Justiça concedeu liminar impedindo Donizette de veicular imagens ou áudio da presidente Dilma Rousseff, mas ficou permitido demonstrar que o candidato integra a base do governo federal. O PT ingressou com a ação sob o argumento de que o candidato detentor do apoio de Dilma na cidade é o petista Marcio Pochmann. O partido tentou obter liminares semelhantes em Belo Horizonte e Recife, mas não conseguiu decisão favorável da Justiça. "Tivemos essa casualidade de encontrar uma equipe deles [PT] na rua e quisemos demonstrar que, para nós, o clima da disputa é de cordialidade", disse o presidente do PSB de Campinas, Wanderley de Almeida. "Respeitamos o posicionamento do PT, mas o clima pra gente não é de inimizade." Segundo ele, o programa não foi uma resposta à ação do PT, mas uma maneira de lembrar que o PSB também integra o governo de Dilma.  

continua após publicidade