Política

Mexicanos escolhem novo presidente neste domingo

Da Redação ·
Partidário de Lopez Obrador usa máscara do candidato em comício na Cidade do México, na última quarta-feira (27)
fonte: Partidário de Lopez Obrador usa máscara do candidato em comício na Cidade do México, na última quarta-feira (27)
Partidário de Lopez Obrador usa máscara do candidato em comício na Cidade do México, na última quarta-feira (27)

Os mexicanos vão às urnas neste domingo (1º) para escolher o próximo presidente do país, 128 senadores e 500 deputados federais. Se as pesquisas se confirmarem, Enrique Peña Nieto caminha para pôr o partido que governou o México por grande parte do século passado, o PRI, de volta ao poder.


A última sondagem, feita pela empresa Buendía & Laredo para o jornal 'El Universal', mostrou Peña Nieto, do opositor Partido Revolucionário Institucional, subindo 4,2 pontos percentuais, para 41,2% das intenções de voto, em comparação a uma pesquisa publicada em 18 de junho.


A pesquisa menos favorável ao candidato do PRI é a do jornal Reforma, que aponta 41% das intenções de voto para Peña Nieto, contra 31% para o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, da coalizão Movimento Progressista, e 24% para Josefina Vázquez Mota, do governista Partido Ação Nacional (PAN) - que não obteve muito apoio do atual presidente para decolar sua campanha.


Os candidatos firmaram na última quinta um pacto no qual se comprometem a aceitar os resultados da eleição, em meio a temores de que López Obrador poderia não admitir sua provável derrota e comandar protestos, como fez em 2006.

continua após publicidade