Política

Cassação de Demóstenes é aprovada pelo Conselho de Ética

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Cassação de Demóstenes é aprovada pelo Conselho de Ética
fonte: Divulgação
Cassação de Demóstenes é aprovada pelo Conselho de Ética
continua após publicidade

Foi aprovado pelo Conselho de Ética do Senado na noite desta segunda-feira (25), o relatório que pede a cassação do mandato do senador Demóstenes Torres pelo elo com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. A votação foi unânime, 15 votos a favor e 0 contra.

Para ser efetivada, a perda de mandato ainda precisa passar por análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois ser votada no plenário da Casa, onde o voto é secreto.

Vários integrantes do colegiado seguiram o entendimento do relator, Humberto Costa (PT-PE), para quem Demóstenes quebrou o decoro e usou o mandato parlamentar para tentar beneficiar o contraventor, preso no fim de fevereiro na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

O último caso semelhante, aconteceu com em 2007, com Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele foi acusado de ter recebido recursos de uma construtora para pagar despesas pessoais da jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha. O plenário do Senado, no entanto, rejeitou a cassação.