Política

PSD será estratégico em 2012, afirma Valdir Frias

Da Redação ·
 PSD será estratégico em 2012, afirma Valdir Frias
fonte: Divulgação
PSD será estratégico em 2012, afirma Valdir Frias

O Partido Social Democrático (PSD) terá atuação estratégica em muitos municípios nas eleições de 2012, inclusive em Apucarana. A avaliação é do vereador Valdir Frias, que passa a responder pela presidência da sigla no município. “É uma honra assumir a presidência municipal de um partido que já nasceu forte no Brasil, com quase 60 deputados federais, dois governadores e três senadores. O presidente do partido, Gilberto Kassab, é prefeito da maior cidade da América Latina, que é São Paulo. Além disso, o PSD nasce sem desgaste e com grandes projetos para o Brasil”, afirma Frias. O partido deverá ter uma atuação independente em relação à administração municipal. “Vamos apoiar o que for bom para o povo”, frisa.

continua após publicidade


A princípio, a presidência municipal do PSD deveria ficar com os vereadores Júnior da Femac ou Marcos Martins. No entanto, Júnior preferiu continuar no PDT. Marcos Martins continua no PTC, partido pelo qual se elegeu como vereador mais votado de Apucarana em 2008 e que, segundo ele, passará a presidir ainda neste ano. “Fui convocado pela direção estadual do partido para assumir o PSD, apoiado por outros companheiros de caminhada política, como o presidente da Câmara, Alcides Ramos, e aceitei o desafio. Vamos nos empenhar para que o PSD tenha um grande desempenho no município no pleito do ano que vem”, acrescenta Frias. “Com esse ato, ele agora passa a ser dono do seu destino político”, disse Alcides Ramos (DEM), durante a sessão da Câmara de segunda-feira (03).

continua após publicidade


Segundo Frias, um dos principais desafios agora é montar uma chapa de candidatos a vereador, correndo contra o tempo, uma vez que a formatação deve ser concluída até o final da semana. Frias garante que vários nomes já estavam interessados em ingressar no partido. “Além disso, se for preciso, também podemos optar por coligar na eleição proporcional, o que demandaria um número menor de candidatos”, ressalta Frias, que também é vice-presidente da Câmara de Apucarana. Frias deixa o PTB, onde foi filiado por vários anos. O presidente municipal do partido, vereador Mauro Bertoli, recusou-se a assinar seu pedido de desfiliação, alegando que a orientação do partido é para que essas solicitações sejam encaminhadas diretamente ao Cartório Eleitoral. Frias encaminhou na manhã desta terça-feira (04) sua desfiliação à Justiça Eleitoral, regularizando seu ingresso no PSD.