Política

Ex-tucano, Gustavo Fruet anuncia filiação no PDT

Da Redação ·
Ex-tucano, Gustavo Fruet anuncia filiação no PDT
fonte: Arquivo
Ex-tucano, Gustavo Fruet anuncia filiação no PDT

O ex-deputado paranaense Gustavo Fruet, que deixou o PSDB em julho, anunciou nesta quarta-feira (28) a filiação ao PDT.

continua após publicidade

Fruet pretende disputar a Prefeitura de Curitiba em 2012, e saiu do PSDB devido à falta de apoio para disputar o cargo pelo partido.

continua após publicidade

"Não guardo nenhuma mágoa do PSDB. Estou pensando no futuro", disse o político.

continua após publicidade

Fruet, que foi deputado federal por três mandatos, era um dos líderes da oposição ao governo Lula no Congresso e ganhou projeção nacional depois de ter sido um dos relatores da CPI dos Correios, em 2005, que investigou o mensalão.

Agora, ele vai integrar um partido que compõe a base aliada do governo de Dilma Rousseff (PT).

continua após publicidade

Sobre a mudança, Fruet se justificou: "Não se faz política sem enfrentar também essas contradições, sem ter a capacidade de construir uma aliança com lideranças de diferentes partidos a favor de um projeto maior, sob pena de não avançarmos. Nesse momento, ou eu faço uma opção ou deixo a vida pública".

continua após publicidade

A respeito do governo Dilma, afirmou que continuará "com a mesma postura crítica", mas que agora está focado na questão local e na disputa da Prefeitura de Curitiba.

continua após publicidade

"Não sou mais deputado federal. Não adianta haver uma expectativa de que eu vá ter os mesmos pronunciamentos que eu tinha na Câmara", disse.

POLÍTICA LOCAL

continua após publicidade

O governador Beto Richa, atual presidente estadual do PSDB, apoia a reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB), que era seu vice e o sucedeu na prefeitura no ano passado.

continua após publicidade

Até agora, Fruet é o favorito nas pesquisas. Ele afirma querer "repensar" o modelo de planejamento de Curitiba, que se tornou modelo para outras cidades brasileiras mas que, para ele, está "esgotado".

"Curitiba passa a ideia de estar se tornando uma cidade igual às outras. Temos que retomar a inovação", disse.

O anúncio da filiação ao PDT foi feito em frente ao prédio central da UFPR (Universidade Federal do Paraná), onde Fruet se formou em Direito e iniciou a carreira política, como presidente do centro acadêmico.

Essa é a segunda vez que o ex-deputado troca de partido: em 2004, ele deixou o PMDB (sigla pela qual seu pai, Maurício Fruet, foi prefeito de Curitiba e deputado federal) para ingressar no PSDB.

O motivo foi o mesmo pelo qual ele deixou os tucanos este ano: falta de apoio para disputar a Prefeitura de Curitiba.